quinta-feira, 22 de agosto de 2013

OPERAÇÃO HILÉIA PÁTRIA - 5º BIS



A Operação Hiléia Pátria, que agora está com base em Buriticupu, no Maranhão, já expediu mais de um milhão em multas e apreendeu madeira de serrarias dentro da cidade. O quartel general da operação esta sendo montado no IFMA, Instituto federal do Maranhão. 700 homens do exército, 24 do IBAMA, 10 do Intituto Chico Mendes, além de representantes da FUNAI e Batalhão Ambiental, devem ficar na região por tempo indeterminado.

Essa é a segunda etapa da operação Hiléia Pátria. A primeira foi realiza no fim de julho na região de Zé Doca e teve como alvo o combate aos crimes ambientais dentro das terras indígenas Alto Turiaçu, Awa Guajá Caru.

Agora, a operação se concentra na Reserva Biológica do Gurupi e municípios no entorno, áreas criticas de ocorrências de desmatamentos ilegais. As atividades do exército envolvem ações de logística, comunicação, inteligência e segurança das instituições e das equipes do IBAMA.

92 viaturas, dois tanques blindados, dois helicópteros além de um hospital de campanha fazem parte da estrutura montada no colégio. Nas primeiras horas da Operação Hiléia, 18 serrarias foram fechadas. Elas são suspeitas de receptação de madeira ilegal.

Durante a Operação Hileia Pátria,o Hospital Militar de Área de Recife desdobrou um hospital de campanha para atender aos militares e realizar ação social nas comunidades dessas regiões. oferecendo à população atendimento médico e odontológico, além das ações cívico sociais em escolas, postos de saúde e comunidades carentes em coordenação com as diversas Secretarias Municipais nas localidades em que haja atuação do Exército.


Postado por Flávio Camilo Duarte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário